sexta-feira, 6 de abril de 2012

FERRARI - Evolução de alguns mitos.

Desde os anos 40, a transferência de tecnologia dos carros de competição para os desportivos de rua é uma realidade. Ao longo da história da FERRARI, pouco mais de 70 modelos foram lançados no mercado internacional. Na década de 40, Enzo Ferrari ficou literalmente dividido entre competição e carros comerciais. Por isso, o primeiro carro de rua foi lançado somente em 1948: o coupé 166 Inter. 

1984 
 FERRARI TESTAROSSA. Um clássico da marca, que possuía este nome pelo fato da cabeça do motor ser pintada de vermelho. Possuía o célebre motor 12-cilindros com 390cv, sendo o primeiro modelo da marca a possuir ar-condicionado e bancos de couro. Ganhou fama internacional depois de ser utilizado na série Miami Vice. 
 

1987 
 FERRARI F-40. Foi apresentado em 21 de junho na fábrica de Maranello em comemoração aos 40 anos da marca. Para comemorar esta data histórica a montadora decidiu construir o mais rápido carro do mundo produzido em série, que os italianos apelidaram de “um automóvel de corrida para estrada”.  
 

1992  FERRARI 456. Fazia alguns anos que a montadora não tinha um modelo com motor V12. Este modelo foi lançado para que esta perda fosse esquecida. A maior crítica no seu lançamento foi no que diz respeito ao estilo. Para os italianos, o desenho deste FERRARI não estava muito tradicional e o carro estava muito “japonês” para o gosto deles. Era o único automóvel com quatro lugares da marca (duas pessoas na frente e duas crianças pequenas atrás). Mesmo assim acelerava de 0 a 100 km/h em 5,2 segundos. 
 

1994 
 FERRARI F355. Lançada na versão coupé para substituir o 348. Este FERRARI tem motor entre eixos e a sua carrocaria é toda feita em alumínio e aço.   
 

1996  FERRARI F-50. Lançado para comemorar os 50 anos de vida da marca, a sua carrocaria era produzida em fibra de carbono e kevlar, para que o carro ficasse mais leve e resistente, podendo chegar a 325 km/h. A sua produção teve tiragem limitada. 
 

 FERRARI 550 MARANELLO. Este modelo causou furor ao conciliar conforto a bordo com o motor 12 cilindros, que pela primeira vez em 27 anos estava situado na dianteira. A aceleração de 0 a 100 km/h era feita em apenas 4,4 segundos. 
 
 

1998 
 FERRARI 360 MODENA. Foi o modelo número 163 projectado pelo Studio Pininfarina para a marca. No ano seguinte seria lançada a versão Spider (descapotável com capota). 
 

 
2002 
 FERRARI ENZO. O carro foi construído com tecnologias usadas na Fórmula 1 e um sistema de aerodinâmica que levantava um pequeno spoiler e flaps quando a alta velocidade, criando sustentação para não deixá-lo decolar, já que o modelo atinge de 0-100km em 3.65 segundos, chegando a 350km por hora. O modelo foi lançado ao preço de US$ 643.330 e 349 unidades disponíveis. A montadora conseguiu vender todos os carros antes mesmo de que a produção fosse iniciada. Mais tarde, depois de muitos pedidos, a montadora decidiu produzir mais 50 unidades subindo o total para 399. Em 8 de novembro de 2005 anunciou que iria produzir outra unidade do carro, doada ao Papa João Paulo II e que angariou US$ 1.274.299 para os sobreviventes do terrível Tsunami ocorrido na Ásia em 2004.  
 

2004  FERRARI 612 SCAGLIETTI. O novo coupé 2+2, que acomoda confortavelmente quatro adultos, tinha carroceria em alumínio, motor V12 de 5.75 litros e 540 cv de potência, e alcançava 315 km/h. Lançado como sucessor do Ferrari 456M, o bólide vermelho fazia de 0-100 km/h em apenas 4,2 segundos.  
 

2006  FERRARI F599 GTB FIORANO. É considerado o melhor automóvel já construído em Maranello. Equipado com o motor V12, o mais potente já desenvolvido (620 cavalos), dispara da inércia até 100 km/h em 3,7 segundos, alcançando 330 km/h. A sigla GTB representa Gran Turismo Berlinetta em homenagem aos coupés já produzidos pela FERRARI e Fiorano é o nome do circuito onde a marca testa os seus bólides. 
 

2007 
 FERRARI 612 ACAGLIETTI SESSANTA. Apresentado no dia 21 de junho, a edição especial “Sessanta” do coupé 612 Scaglietti, era comemorativo do 60º aniversário de fundação da FERRARI. Baseado no FERRARI 612 Scaglietti, o novo modelo conta com um pacote de equipamentos mais completo: um tecto solar panorâmico eletrocrómico (que muda de cor conforme a incidência de raios solares), rodas de 19 polegadas especiais, equipamento de som da marca Bose, monitor de navegação com sintonizador de TV e camera traseira para auxiliar manobras de estacionamento. Foram fabricadas apenas 60 unidades, que terão duas opções de cores exteriores (cinza escuro e vermelho perolizado) e duas internas (marrom e cinza escuro). 

 FERRARI 430 SCUDERIA. Lançado durante o Salão do Automóvel de Frankfurt como modelo de uma série especial com uso de tecnologia derivada da sua equipa de Fórmula 1 e ajuda do heptacampeão Michael Schumacher. O nome Scuderia refere-se exatamente à divisão de corridas da empresa. Equipado com um motor de 510cv, o bólide atinge 230 km/h de velocidade máxima. Vinha equipado com o f1 superfast, um software de última geração que reduz o tempo de troca de mudanças para apenas 60 milésimos de segundo, além de um novo controle de tração.  
 

2008  FERRARI CALIFORNIA. Apresentado no Salão do Automóvel de Paris, este novo modelo é um coupé descapotável equipado com motor 4.3 V8 de 460 cavalos de potência, que acelera de 0 a 100 km/h em quatro segundos. Outra novidade é a capota rígida, utilizada pela primeira vez num modelo descapotável da montadora italiana. Outra novidade é a caixa automática de sete velocidades com sistema de dupla embraegem. Este tipo de embraegem, cada vez mais comum nos carros desportivos mais modernos, é capaz de engatar uma marcha e deixar a outra já preparada, possibilitando trocas de marchas mais rápidas e aumentando o desempenho.  
 

2009  FERRARI 458 ITALIA. Sucessor do mítico F430, o novo modelo, considerado uma síntese de estilo, criatividade, paixão e tecnologia de ponta. O modelo é equipado com um agressivo motor V8 de 4.5 litros, que produz aproximadamente 570 cv de potência. Além disso, a caixa é de dupla embraegem e sete velocidades, feito especialmente para lidar com o torque e a potência deste modelo. A aceleração de 0-100 deste modelo é feita em apenas 3,4 segundos, com velocidade máxima de 325 km/h. 
 

2010 
 FERRARI 599 GTO (Gran Turismo Omologato). Visualmente agressivo, este modelo foi afinado, incluindo a frente, as laterais, o assoalho plano e as tomadas de ar. O cuidado é tanto que o modelo conta com uma ventilação aprimorada dos discos de travão e a adopção de calotas para eles - que seguram o ar quente que sai dos guarda-lamas junto ao carro para reduzir o arrasto aerodinâmico. Debaixo do chassis há um motor V12 de 6 litros que gera 670 cv de potência. Tudo isso significa uma aceleração de 0 a 100 km/h em somente 3,35 segundos, com velocidade máxima de 333 km/h. E tão importante quanto esses números é o tempo de volta em Fiorano, apenas um minuto e 24 segundos, o que faz deste FERRARI o modelo de rua mais rápido da história da marca italiana. 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário